Meus melhores de 2010

Na primeira ação na tentativa de ressucitar o blogue, aí vai minha lista de melhores filmes de 2010.

Relembrando as regras que uso:só valem os filmes que ficaram prontos nos últimos três anos (ou seja, de 2008 a 2010). Por isso, um filme como Os Amores de Astrée e Céladon, despedida de Rohmer, ficou de fora. Para ficar na Nouvelle Vague, ainda não vi Bellamy (último de Chabrol). Godard, com seu filme que é uma espécie de encontro entre suas pesquisas dos anos 80 (sobretudo a segunda parte do filme) e do História(s) do Cinema (sobretudo a terceira parte), emplacou entre os 10. Já do Rivette, 36 Vues du Pic Saint-Loup, estranho filme de despedida (para mim, está bem claro que se trada de um), é um prazer de se ver, mas não chega a ficar enter os melhores do mestre, nem do ano que passou.

Essa aliás, me pareceu outra característica do ano: cheio de bons filmes de bons cineastas veteranos: Scorsese, Coppola, Woody Allen e Eastwood fizeram obras que, na minha opinião, insuficientes para estar em um top 10 (ou top 20).

Como esse blogue não tem nenhum compromisso, vale qualquer filme dos últimos três anos, independente se foi lançado ou não comercialmente no Brasil. Ou seja, vale filme que vi em mostras, festivais, viagens, DVDs ou dvix. E, óbvio, tem muita coisa que não vi e só verei em 2011.


1- The Ghost Writer , de Roman Polanski (O Escritor Fantasma, 2010. Reino Unido, França, Alemanha)
Como filmar a paranóia em tempos de internet, arquivos digitais e inimigos políticos difusos.


2- White Material, de Claire Denis (Minha Terra África, 2010. França/Camarões)
No coração das trevas, versão feminina.


3- Standard Operating Procedure, de Errol Morris (Procedimento Operacional Padrão, 2008. EUA)
Essencial para se entender a lógica da guerra – e de como a imagem faz parte dela.

4- Vincere, de Marco Bellocchio (2009. Itália/França)
Exagerado, operístico, apaixonado, tristíssimo.

5- The Time that Remains, de Elia Suleiman (O que Resta do Tempo, 2009. Reino Unido/Itália/Bélgica/França)
Deveria ganhar um prêmio pelo que faz pela cultura palestina, sem um pingo de panfletarismo. Maravilhoso.

6- The Hurt Locker, de Kathryn Bigelow (Guerra ao Terror, 2008. EUA)
Sam Fuller ficaria feliz se pudesse ter sido um filme de guerra como esse feito por uma mulher.

7- Film socialisme, de Jean-Luc Godard (Filme Socialismo, 2010. Suíca/França)
Obra-prima na primeira parte, trancado na segunda, voltando ao ápice na terceira. Belo e assustador filme sobre a Europa.

8- Politist, adjectiv, de Corneliu Porumboiu (Polícia, Adjetivo, 2009, Romênia)
Poucos filmes recentes tem uma curva dramática crescente tão precisa.

9- Toy Story 3, de Lee Unkrish (2010, EUA)
Consagração da Pixar, no que tem de melhor.

10- The Bad Lieutenant: Port of Call – New Orleans, de Werner Herzog (Vício Frenético, 2009. EUA)
A história se repete como farsa.

Mais 10 filmes, mais ou menos nesta ordem:

Madeo, de Joo-oh Bong (Mother – A Busca pela Verdade, 2009. Coréia do Sul)
Where the Wild Things Are, de Spike Jonze (Onde Vivem os Monstros, 2009. EUA/Alemanha)
The Social Network, de David Fincher (A Rede Social, 2010. EUA)
Ponyo, de Hayao Miyazaki (Ponyo – Uma Amizade que Veio do Mar, 2008. Japão)
Independencia, de Raya Martin (2009. Filipinas/França/Alemanha/Holanda)
The men who Stare at Goats, de Grant Heslov (Os Homens que Encaravam as Cabras, 2009. EUA/Reino Unido)
Fantastic Mr. Fox, de Wes Anderson (O Fantástico Sr. Raposo, 2009. EUA/Reino Unido)
Tropa de Elite 2 – O Inimigo Agora é Outro, de José Padilha (2010. Brasil)
Juventude, de Domingos de Oliveira (2008. Brasil)
Where is Where, de Eija-Liisa Ahtila (2009, Finlândia)

Anúncios

3 Respostas para “Meus melhores de 2010

  1. Opa, mais um fã de White Material, foi meu filme do ano!

  2. Que bom ver filmes como POLÍCIA, ADJETIVO e JUVENTUDE na lista. Baixei recentemente e isso é um estímulo para vê-los! Mantenha o blog, Milton. Você faz uma falta imensa.

  3. Opa, valeu, Ailton!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s